quarta-feira, 24 de julho de 2013

Cidade




A cidade lá embaixo
mais parece um brinquedo,
destes que se vai montando aos poucos.
Revisito cada beco; suas singularidades.
Vôo mais alto, vôo mais lento,...
Foi bem ali que eu cresci!

"Agora sou vento".

Um comentário:

  1. Poeta...quanta sensibilidade, parabéns! a braços, ania..

    ResponderExcluir

Obrigado, seu comentário é muito importante. Volte viu!